Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Marketing e Lançamentos | 19/03/2012 | 18h12

JAC J5 entra na briga dos médios

Sedã de R$ 53.800 tem porte de Honda Civic e Toyota Corolla

Mário Curcio, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Mário Curcio, AB
De Mata de São João, Bahia


Já está à venda o JAC J5, sedã médio com preço de R$ 53.800 que disputará mercado com Honda Civic e Toyota Corolla, por exemplo, mas competindo em preço com Nissan Sentra e Kia Cerato neste mesmo segmento e com carros ligeiramente menores como Honda City e versões mais completas do Chevrolet Cobalt.

O J5 só oferece transmissão manual de cinco marchas. “Estamos desenvolvendo um câmbio automático CVT”, garante o presidente da JAC Motors do Brasil, Sérgio Habib. A opção, porém, não vem este ano nem tem data certa para chegar. O sedã é importado da China com um motor 1.5 eficiente, de 125 cv a 6 mil rpm. Habib estima a venda de 700 a 1.000 unidades por mês. O carro tem bom conforto e traz itens de série como ar-condicionado automático com saída para o banco traseiro, banco do motorista e volante com ajuste de altura, rádio toca-CDs/MP3 com entrada auxiliar, sensor traseiro de estacionamento, duplo airbag e freios a disco nas quatro rodas com ABS fornecido pela Bosch.

Como mandam os completões, traz também vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico. O desenho da carroceria é um ponto favorável ao carro, sem detalhes polêmicos ou de gosto duvidoso. Deve agradar à maioria.

“O carro rodou 1 milhão de quilômetros em testes. Foram feitas mais de 160 modificações para adequá-lo ao nosso mercado. A direção, por exemplo, teve sua assistência reduzida. Os brasileiros gostam da direção mais dura que os chineses”, diz Habib. O J5 mede 4,59 metros. Seu bom espaço interno à frente e no banco traseiro provém da distância entre eixos de 2,71 metros, maior que a média dos sedãs concorrentes. O porta-malas de 460 litros está entre os menores, mas supera os do Honda Civic e Chevrolet Cruze.

IMPRESSÕES AO DIRIGIR

Automotive Business dirigiu o J5 em um trecho urbano de Salvador (BA) com trânsito leve e também em estradas. O desempenho propiciado pelo motor 1.5 a gasolina não arranca suspiros, mas é suficiente para manter o ritmo em viagens e ultrapassar com segurança utilizando quarta marcha. A JAC informa 188 km/h de velocidade máxima e aceleração de 0 a 100 km/h em 11,8 segundos.

“Poderíamos ter trazido o carro com motor 2.0, mas preferimos este 1.5 pela economia que proporciona”, explica Habib. O câmbio manual tem engates fáceis. As suspensões vão agradar mais àqueles que preferem conforto que esportividade. Alguns barulhinhos e junções de peças plásticas destoam do restante do carro e a leitura do hodômetro durante o dia é prejudicada por reflexos.

JAC Motors J5

Desenho do J5 deve agradar à maioria. Interior é completo, com duplo airbag, som, vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico. Ar-condicionado tem controle digital e saída para o banco traseiro, onde há bom espaço para os joelhos.

Reportagem atualizada em 21/3 às 9h48.



Tags: JAC, Sérgio Habib, J5, Cobalt, Corolla.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência