Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 05/03/2012 | 18h10

Foton e Daimler selam associação na China para produzir caminhões

Joint venture terá investimento de US$ 1 bi

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Foto: Linha de produção do pesado Auman GTL, primeiro caminhão a ser produzido pela Foton Daimler na China com motor Mercedes-Benz OM 457.

Redação AB

Após sete anos de negociações e mais dois a espera de autorização do governo chinês, Foton e Daimler formalizaram em fevereiro passado a associação em partes iguais para fabricação, na China, de caminhões médios e pesados da linha Auman. A joint venture, chamada Beijing Foton Daimler Automotive (BFDA), nasce com investimento inicial de US$ 1 bilhão, que inclui a construção de uma nova linha de produção ao lado da já existente, nos arredores de Pequim. No total, a BFDA terá capacidade de 160 mil veículos/ano.

O primeiro caminhão a ser produzido pela Foton Daimler será o pesado GTL. As primeiras unidades devem ser fabricadas já no terceiro trimestre deste ano. O modelo usará o motor Mercedes-Benz OM 457, já conhecido nos mercados da Europa e América Latina – no Brasil o motor é produzido em três versões de potência, com 360, 401 e 439 cavalos, e aplicado na linha Axor. Na China, o OM 457 atenderá normas de emissão equivalentes à Euro 4.

Em fevereiro foram assinados os contratos que vão reger as responsabilidades de cada empresa na associação, com o objetivo de reunir “o melhor dos dois mundos”. Com isso, a Daimler, além de se comprometer com os aportes financeiros necessários, dividirá com a Foton a administração direta das áreas de finanças, tecnologia da informação, gestão de qualidade e desenvolvimento de produtos. A fabricante alemã também ficou encarregada de montar a linha de produção dos motores OM 457 dentro das instalações já existentes da sócia chinesa.

A Foton contribuirá para a sociedade especialmente com suas fábricas e rede de vendas e serviços já estabelecidas. Além da China, o maior mercado de caminhões do mundo atualmente, a BFDA tem o objetivo de avançar em outros países, mais notadamente na Ásia, Rússia e América Central. O importador Foton Aumark, que este ano começa a trazer os caminhões da marca chinesa ao Brasil, afirmou em comunicado que o País “não está de fora dos planos da marca oriental, será uma questão de tempo e de conquista de mercado até os caminhões chegarem por aqui”.

ESTRATÉGIA

A associação com a Foton é parte da estratégia da Daimler Trucks para expandir sua presença global e assim se manter no posto de maior fabricante de caminhões do mundo (somando-se todas as cinco marcas comercializadas no mundo). A posição da empresa alemã vinha sendo ameaçada justamente pelas fabricantes chinesas, incluindo a própria Foton, em operação desde 1998 e que em 2011 vendeu mais de 100 mil caminhões.

Esta será a segunda grande parceria da fabricante chinesa em menos de três anos. Em 2009, a Foton inaugurou uma planta de motores para veículos leves em conjunto com a Cummins. Até 2020, a empresa projeta se instalar em cinco países: Rússia, Índia, México, Indonésia e Brasil. Aqui o foco será a produção de caminhões leves, com investimentos prometidos em instalações locais de US$ 500 milhões a partir de 2015.



Tags: Daimler, Foton, BFDA, China, caminhões.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência