Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 09/02/2012 | 12h25

Audi registra fortes vendas nos Estados Unidos e China

Mercados compensam queda na Europa

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

As vendas da Audi ficaram estáveis em janeiro, com leve aumento de 0,8% na comparação com mesmo mês do ano passado, para 96,1 mil unidades entregues em todo o mundo. Os destaques foram Estados Unidos e China que compensaram a queda da demanda na Europa.

A crise da dívida que atinge os países da zona do euro prejudicaram as vendas locais da marca. Lá a Audi viu seus negócios recuarem 13%, para 45,9 mil veículos. Na contrapartida, nos Estados Unidos foram entregues 9,3 mil unidades no mês passado, o melhor janeiro da marca no país, que significou aumento de 19,7% sobre igual período de 2010. E na China, maior mercado da Audi atualmente, foram vendidas 27,2 mil veículos, alta de 22,6% na mesma base de comparação.

"Mesmo que ventos contrários em alguns mercados europeus tornaram-se significativamente mais fortes recentemente, todos os sinais apontam para o crescimento nas demais regiões neste primeiro trimestre", disse em comunicado o membro do conselho de administração da Audi, Peter Schwarzenbauer.

Na América do Sul, as vendas da companhia subiram 14,4%, com destaque para o Brasil, cujas vendas somaram 380 unidades, 24,2% acima do registrado em janeiro de 2010.

Para este ano, a Audi projeta novo recorde de vendas com crescimento de 4% sobre o recorde anterior que foi de 2011, quando a empresa vendeu 1,3 milhão de unidades em todo o mundo.



Tags: Audi, Peter Schwarzenbauer, Estados Unidos, China, vendas, Europa, crise, recorde.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência