Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 11/01/2012 | 19h28

Grupo Volkswagen cresce 14,3% em 2011

Somadas, as marcas da empresa atingiram 8,16 milhões de veículos

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Em 2011, o Grupo Volkswagen ultrapassou o ano anterior em vendas, atingindo mais de 8 milhões de unidades pela primeira vez. Ao todo foram 8,16 milhões de veículos*, somadas todas as marcas da empresa. O número representa alta de 14,3% na comparação com 2010, ao passo que o mercado mundial (considerando-se todas as marcas) cresceu 5,1%.

As vendas na região da Ásia-Pacífico cresceram 19,8%, atingindo 2,56 milhões de unidades. Na China, o maior mercado, a companhia entregou 2,25 milhões de veículos, alta de 17,2%. As vendas na Índia passaram de 53,3 mil para 111,6 mil em 2011 unidades, alta de 109,3%.

Na América do Sul, 933,4 mil unidades foram vendidas, ganho de 5,1%. Na América do Norte foram 666,8 mil veículos, alta de 21,4%. Somente nos EUA, 444,3 mil veículos foram comercializados em 2011, acréscimo de 23,3%.

O grupo também relata aumento na Europa Ocidental (exceto Alemanha, com númeos adiante), onde os compradores adquiriram 1,98 milhão de veículos do grupo, alta de 7%, enquanto esse mesmo mercado teve queda de 4,4%. Nas Europas Central e Oriental, o crescimento foi de 29,4%.

A alta no mercado russo atingiu expressivos 74,4%. Naquele país foram vendidos 229 mil veículos. No mercado doméstico, a Alemanha, a VW e suas marcas entregaram 1,15 milhão de unidades, alta de 11,4%.

DESEMPENHO POR MARCA

Com alta de 13,1%, os carros de passeio VW somaram 5,1 milhões de unidades (veja aqui). A Audi vendeu 1,3 milhão de unidades, alta de 19,2%. Na América do Norte, o volume foi de 142,5 mil carros da marca, alta de 17,3%. Na América do Sul, o mercado da marca de carros de luxo passou de 13,4 mil para 19,1 mil carros, alta de 42,7%. Na região da Ásia-Pacífico, o volume total foi de 373,7 mil Audis, número 35,3% maior que em 2010.

A Skoda teve suas vendas alçadas especialmente por China e Rússia e comercializou em todos os mercados em que atua 879,2 mil veículos, crescimento de 15,3%. A marca obteve ganhos especialmente fortes na China, Índia e Rússia.

Da Seat foram vendidos 350 mil veículos em todo o mundo em 2011, pequena alta de 3,1%. A espanhola teve cresimento mais significativo no México, passando de 13,4 mil para 18,1 mil unidades, alta de 35,4%.

A linha comercial do grupo VW registrou aumento de 21,4% em 2011, entregando 528,8 mil veículos. Nas Europas Central e Oriental, 36,5 mil veículos chegaram ao mercado, alta de 36,6%. Na região da Ásia-Pacífico, o volume alcançou 11,7 mil comerciais, alta de 48,2%. Na América do Sul, 137,3 mil unidades foram entregues, alta de 20,9%.

*O número não inclui MAN e Scania, a ser divulgados.



Tags: Volkswagen, VW, Audi, Skoda, Seat, MAN, Scania, Ásia-Pacífico, Rússia, China, Índia.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência