Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 10/01/2012 | 17h15

Comércio de veículos registra maior queda de confiança

Expectativas do segmento caíram 14% no último trimestre de 2011

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) caiu 6,8% no quarto trimestre de 2011, contra igual período de 2010 – é o pior resultado do indicador desde maio de 2011, início da série trimestral do estudo que integra a Sondagem Conjuntural do Comércio, nova pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), elaborada em parceria com o Banco Central. Dentre os cinco segmentos de comércio consultados, a pior perspectiva foi apurada nas revendas de veículos, onde o Icom teve queda de quase 14% no último trimestre do ano.

O Icom é calculado a partir de tópicos da Sondagem do Comércio com 1.244 empresas pesquisadas e representa desempenho consolidado de cinco segmentos. Todos apresentaram queda de confiança em dezembro de 2011 contra dezembro de 2010 e também no quarto trimestre do ano passado, contra igual período em 2010. Na evolução trimestral, houve recuos em varejo restrito (-5,6%); veículos (-13,9%); material para construção (-4,2%); varejo ampliado (-6,7%) e atacado (-7%).

Na média, o recuo do Icom em dezembro foi mais intenso do que o anterior, referente ao trimestre encerrado em novembro (-4,5%). Em comunicado, a FGV reiterou pela segunda vez consecutiva que o desempenho confirma momento de desaceleração no comércio no País, pois as empresas do setor tornaram-se menos otimistas quanto à expectativa de vendas para os próximos meses. Das 1.244 firmas pesquisadas, a parcela das que vislumbram melhora nas vendas nos próximos três meses caiu de 60,7% para 56,2% de novembro para dezembro. Já a fatia das que esperam piora cresceu de 6,7% para 10,1%.

Nos dois indicadores componentes do Icom, o Índice de Situação Atual (Isa-Com) caiu 9,7% no trimestre encerrado em dezembro, contra recuo de 6,5% apurado no trimestre finalizado em novembro. Já o Índice de Expectativas (Ie-Com) caiu 4,6% no quarto trimestre, contra queda de 3% no trimestre encerrado em novembro.

De acordo com informações divulgadas pelo BC no lançamento da pesquisa, a sondagem deverá ser incorporada ao conjunto de indicadores analisados pelo Comitê de Política Monetária (Copom) para decidir o patamar da taxa básica de juros (Selic).



Tags: Confiança do Comércio, Icom, FGV, Banco Central, expectativas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência