Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 16/12/2011 | 19h18

CNI: produção industrial fica estável em novembro

Setor utilizou 75% de sua capacidade instalada

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A produção industrial ficou estável em novembro de acordo com a Sondagem Industrial divulgada na sexta-feira, 16, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), ao registrar 50,1 pontos. Conforme a metodologia da pesquisa, esse indicador, que varia de 0 a 100, mostra produção em queda ao ficar abaixo dos 50 pontos e estável quando atinge esse nível.

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) subiu de 43,9 pontos em outubro para 45,2 pontos em novembro com média porcentual de 75% ante 76% registrada em outubro. Outros índices também ficaram abaixo dos 50 pontos, como a expectativa de compras de matérias-primas, 49,9, número de empregados, 48,1, e quantidade exportada, 48,5. Valores acima de 50 indicam otimismo e abaixo, pessimismo.

A expectativa dos empresários com relação à demanda para os próximos seis meses alcançou 52,4 pontos em novembro, o menor índice desde 2009.

“As expectativas dos empresários indicam que a indústria deve começar o próximo ano devagar”, afirma o economista da CNI, Marcelo Souza de Azevedo, em nota. Ele observa que, apesar da redução registrada em novembro, os estoques continuam elevados devido ao atendimento de grande parte da demanda por produtos importados.

A Sondagem da Indústria foi realizada entre 1º e 14 de dezembro, com 1.717 empresas, das quais 932 de pequeno porte, 538, médio e 247 de grande porte.



Tags: CNI, produção industrial, capacidade instalada.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência