Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 08/11/2011 | 19h17

CNI: setor automotivo puxa queda na produção industrial

IBGE: atividade na indústria recua em metade dos estados pesquisados

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A produção industrial no País continua dar sinais de desaceleração, puxada pelo setor automotivo. Pelos dados da pesquisa de indicadores industriais da CNI, Confederação Nacional da Indústria, divulgados na terça-feira, 8, a utilização da capacidade instalada teve queda de 0,6% em setembro ante agosto, ao utilizar 81,6%. As horas trabalhadas na produção foram 1,3% menores e o emprego recuou 0,3% no mesmo comparativo livre de influência sazonal. Apesar dos indicadores em baixa, o faturamento da indústria cresceu 1%, o quarto aumento consecutivo.

O gerente executivo de política econômica da CNI, Flávio Castelo Branco, disse em nota que o aumento do faturamento combinado com a queda dos demais indicadores reflete que a empresas estão vendendo os estoques acumulados durante o primeiro semestre e, em alguns setores, aumentando o uso de componentes importados. Castelo Branco afirma que em 2012 a expectativa é de queda na demanda externa causada pela crise na Europa e pela desaceleração da economia nos Estados Unidos.

Em outra pesquisa realizada pelo IBGE, a produção industrial caiu em sete dos 14 locais pesquisados pelo instituto. A queda mais acentuada foi no Paraná, de 13,5% em setembro na comparação com agosto. Vale lembrar que a fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, ficou parada por uma semana em setembro. (leia aqui)

Na média nacional a queda da produção industrial foi de 0,2%. Em estados importantes para o setor como São Paulo e Rio de Janeiro houve queda de 4,2% e 3,0%, respectivamente. Em Minas Gerais a atividade industrial recuou 2,7%.

Em contrapartida, Goiás apresentou expansão de 8,8% seguido pelo Amazonas, 4,3%, onde está instalado o PIM, Polo Industrial de Manaus, centro que reúne todas as montadoras de motocicletas no País. Outros estados também registraram alta na atividade industrial, como Ceará, 2,5%, Espírito Santo, 2,5%, Pernambuco, 1,6%, e a Bahia, 1%.



Tags: CNI, IBGE, indústria, capacidade instalada, produção, sazonal, setor industrial.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência