Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Financeiras | 08/11/2011 | 13h11

Saldo de financiamento para veículos atinge R$ 199,3 bi em setembro

Anef projeta saldo 10% maior este ano

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

O saldo total de crédito para a aquisição de automóveis atingiu R$ 199,3 bilhões em setembro, crescimento de 13,3% sobre mesmo mês de 2010, de acordo com dados divulgados na terça-feira, 8, pela Anef, Associação Nacional das Empresa Financeiras e dos Bancos das Montadoras. O valor correspondeu a 10,3% do total de crédito do Sistema Financeiro Nacional e 32% do crédito destinado a pessoas físicas.

Do total liberado no período, o CDC foi responsável por R$ 167,3 bilhões, alta de 33,3% no mesmo comparativo. As operações por leasing, entretanto, continuam em queda. Somaram R$ 32 bilhões em setembro, valor 36,4% abaixo do registrado em igual mês de 2010.

A entidade manteve as projeções para o saldo de financiamento. “Os números seguem positivos e mantemos a projeção de crescimento próximo de 10% do crédito para aquisição de veículos neste ano”, afirmou em comunicado o presidente da Anef, Décio Carbonari de Almeida.

A inadimplência no CDC para pessoas físicas acima de noventa dias atingiu patamar de 4,4% em setembro, aumento de 0,2 pontos porcentuais sobre agosto. Os planos de financiamentos fecharam o mês com média de 42 meses, sendo 60 meses para o prazo máximo. Em setembro de 2010 o plano máximo de financiamento contemplava 72 meses.



Tags: Anef, financiamento, saldo, Décio Carbonari de Almeida, inadimplência, Banco Central.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência