Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 28/10/2011 | 19h03

Cresce confiança do consumidor brasileiro, diz CNI

Indicador avançou para 112,9 pontos

Agência Brasil

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Daniel Lima, Agência Brasil

A confiança do consumidor teve alta de 0,5% em outubro na comparação com setembro, informou a Confederação Nacional da Indústria (CNI). É o que mostra o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) que, em outubro, registrou 112,9 pontos ante os 112,4 pontos de setembro. No mês passado, em comparação a agosto, o índice também registrou crescimento, dessa vez de 0,4%.

Mesmo com o crescimento registrado em setembro e outubro, a CNI aponta que não é possível afirmar que a confiança do consumidor esteja retomando a trajetória de crescimento. Segundo a entidade, dos seis componentes do Inec, três indicam melhoria entre setembro e outubro.

Os consumidores estão confiantes na oferta de vagas no mercado de trabalho (+2,6%). Além disso, a maioria melhorou ou manteve a mesma situação financeira (+2,2%). Os consumidores também têm a expectativa de reduzir ou permanecer com o mesmo nível de endividamento (+2,6%).

Por outro lado, as expectativas sobre a renda pessoal recuaram em outubro (-1,5%) ante setembro e o indicador de compras de bens de maior valor também caiu na mesma comparação (-0,8%). A expectativa sobre o índice de inflação caiu 1,9%. A pesquisa foi realizada de 13 a 17 de outubro, pelo Ibope, com 2.002 pessoas em 141 municípios.



Tags: CNI, confiança do consumidor, Inec.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência