Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Meio Ambiente | 27/10/2011 | 16h49

Nissan tem novo plano ambiental

Montadora vai apostar em energia renovável e reduzir emissões de carbono

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Nissan anunciou na quarta-feira, 26, seu terceiro plano ambiental. O Nissan Green Program 2016 (NGP 2016) prioriza nos próximos seis anos a redução das emissões de carbono e o uso de energias renováveis. Os esforços vão desde as fábricas até os carros da marca.

Uma das metas da companhia para 2016 é ser a primeira montadora do mundo em veículos zero emissão, com vendas de 1,5 milhão de unidades junto com a Renault, outra marca da aliança. Melhorar a eficiência energética é outro objetivo, com redução de 35% no consumo de combustível dos veículos sobre a meta de 2005. O Brasil, no entanto, ficou de fora, já que a eficiência energética será calculada a partir da média de consumo dos veículos da marca vendidos apenas no Japão, China, Europa e Estados Unidos.

A montadora pretende ainda reduzir em 20% a emissão de carbono por veículo produzido sobre o planejamento de 2005 e tornar-se líder em reciclagem, com expansão de 25% no uso de materiais reutilizáveis.

Estratégia

Para cumprir o plano, a Nissan prevê o desenvolvimento de uma nova célula de combustível para veículos elétricos em conjunto com a Daimler, com quem a empresa mantém parceria. A Nissan programa ainda o lançamento de um novo modelo híbrido com tração dianteira, um híbrido plug-in, com tecnologia exclusiva da marca, e uma nova geração do câmbio CVT.



Tags: Nissan, meio ambiente, plano ambiental, NGP 2016, Nissan Green Program, eficiência energética.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência