Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 27/10/2011 | 11h26

Rolls-Royce chega ao Brasil em 2012

Grupo Via Italia será o importador oficial

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Pela primeira vez em sua história a Rolls-Royce terá operações na América do Sul. A empresa anunciou esta semana que firmou parcerias com dois grupos de concessionários, um no Brasil e outro no Chile para oferecer seus modelos Phantom e Ghost nestes mercados. O CEO da Rools-Royce Motor Cars, Torsten Müller-Ötvös, (foto) está tratando pessoalmente dos negócios com os concessionários. No Brasil, os Rolls-Royce serão comercializados pela Via Italia, que já importa Ferrari, Maserati e Lamborghini. No Chile, os modelos de luxo chegam pelas mãos da Williamson Balfour Motors. Os dois importadores planejam abrir as revendas em março de 2012.

“O Brasil e o Chile têm apresentado um impressionante crescimento econômico, com uma demanda cada vez maior por parte de clientes perspicazes por produtos de alto luxo. A Rolls-Royce Motor Cars vem crescendo com muito sucesso em vários mercados emergentes de rápido crescimento e portanto é adequado estabelecermos uma forte presença no Brasil e Chile”, afirmou o executivo em nota.

A empresa anunciou recentemente que investirá o equivalente a € 11,5 milhões nos próximos meses para ampliar sua fábrica inglesa em Goodwood para atender a demanda global. As vendas mundiais da Rolls-Royce cresceram 41% nos nove meses de 2011 na comparação com o mesmo período do ano passado.



Tags: Rolls-Royce, luxo, importado, Via Italia, Phantom, Ghost, Torsten Müller-Ötvös.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência