Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Combustíveis | 20/10/2011 | 16h07

Amyris e ETH produzirão matéria-prima de diesel no Brasil

Substância renovável será feita a partir do caldo de cana de açúcar

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A norte-americana Amyris e a brasileira ETH Bioenergia, produtora de etanol controlada pelo Grupo Odebrecht, assinaram um memorando de entendimento para a criação de uma joint venture para a produção de uma substância química renovável obtida a partir da moagem de cana-de-açúcar que serve de matéria-prima para a produção de óleo diesel, informaram as empresas na quinta-feira, 20. Segundo informações da Reuters publicada pela Agência Estado, a joint venture terá acesso a um volume de moagem de 2 milhões de toneladas de cana por ano em uma das unidades que a ETH. A unidade produtiva ainda não foi definida, mas as empresas projetam iniciar a produção em 2014.

A partir do caldo da cana-de-açúcar a joint venture produzirá o Biofene, nome dado pela Amyris para o hidrocarboneto farneseno, substância renovável utilizada como matéria-prima para a produção de óleo diesel, lubrificantes, combustível de aviação e cosméticos dentre outros.

A nova empresa será controlada pelas duas partes e terá direitos exclusivos sobre a comercialização do farneseno a ser produzido. Em comunicado, o presidente executivo da Amyris, John Melo afirmou: “por meio da joint venture com a ETH e com outros acordos já fechados no Brasil, a Amyris tem agora acesso a 15 milhões de toneladas de moagem de cana para alimentar nossa produção”.

A Amyris fechou acordos similares com outras empresas no Brasil, incluindo Bunge, Cosan e Tereos.



Tags: Amyris, ETH, joint-venture, matéria-prima, óleo diesel.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência