Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Máquinas Agrícolas | 20/10/2011 | 13h10

Caterpillar inaugura fábrica no Paraná

Unidade de Campo Largo produz retroescavadeiras e carregadeiras

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Caterpillar Brasil inaugurou sua unidade industrial de Campo Largo (PR). O projeto teve início em setembro de 2010 com a aquisição da fábrica desativada onde foram montadas entre 1998 e 2002 as picapes Dodge Dakota. Os investimentos na planta, sua reforma e ampliação somaram R$ 170 milhões.

A unidade criou 260 empregos diretos, que devem chegar a 1.000 em 2013. As operações começam com a montagem de dois produtos feitos antes em Piracicaba (SP). “A nova fábrica produzirá retroescavadeiras (modelo 416E) e carregadeiras de rodas (924H) de pequeno porte para o mercado doméstico e também para exportação, com foco na América Latina. Campo Largo se configura, naturalmente, como um bom lugar para a Caterpillar reforçar essa posição”, afirma o presidente da Caterpillar Brasil, Luiz Carlos Calil.

A empresa investe também R$ 180 milhões em Piracicaba, que abriga a sede e produz 40 modelos de máquinas, entre tratores de esteiras, retroescavadeiras, carregadeiras de rodas, motoniveladoras, escavadeiras hidráulicas, compactadores e grupos geradores.

A fábrica de Campo Largo se enquadra no Paraná Competitivo, programa que prevê benefícios tributários naquele Estado como contrapartida a investimentos em preservação ambiental, formação e qualificação de trabalhadores.



Tags: Caterpillar, Campo Largo, Paraná, Dodge, Dakota, Carlos Calil, retroescavadeira 416E, carregadeira de rodas 924H, Piracicaba.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência