Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Motociclos | 23/09/2011 | 14h30

Motos saem ilesas do decreto 7567

Segmento não foi citado entre produtos que terão mudança nas alíquotas de IPI

Mário Curcio, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Mário Curcio, AB

O decreto 7567, que alterou há uma semana as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), não mudou o cenário do mercado de motocicletas. As motos não foram citadas na lista de produtos afetados pelo decreto. E como a produção brasileira desse tipo de veículo ocorre na Zona Franca de Manaus, as montadoras não recolhem IPI.

Na Amazônia, o modelo adotado para a fabricação de motos segue o Processo Produtivo Básico (PPB), um conjunto de normas estabelecido em conjunto por ministérios e pela Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Suframa). Para produzir motocicletas em Manaus é necessário cumprir um número mínimo de exigências e etapas do PPB. Quanto mais motos fabricadas, mais etapas o fabricante tem de cumprir.

Pelas regras em vigor hoje, o PPB permite a fabricação de motos com um índice bem pequeno de componentes feitos aqui. Como resultado disso, vários modelos Suzuki, Dafra e Kasinski de pequeno porte (até 300 cc de cilindrada) utilizam em sua nacionalização, quando muito, itens mais simples como retrovisores, cabos de aço, lâmpadas, pisca-piscas e baterias. Os motores vêm da Ásia (totalmente desmontados, se isso servir de consolo).

Toda vez que uma fábrica de motos apresenta um produto à imprensa, os repórteres sempre indagam: “E qual o índice de nacionalização?” Os executivos se entreolham, fazem cara de paisagem e ficam sempre sem responder.



Tags: Decreto 7567, IPI, Zona Franca de Manaus, PPB, Suframa, índice de nacionalização.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência