Automotive Business
  
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 09/09/2011 | 20h50

Brasil é 53º em ranking de competitividade

País sobe 5 posições e China lidera entre BRICS

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

O Brasil subiu cinco posições e ocupa a 53ª posição no Relatório Global de Competitividade 2011-2012, divulgado na sexta-feira, 9, pelo Fórum Econômico Mundial. A Suíça lidera o ranking geral. Cingapura ultrapassou a Suécia, ficando com a segunda posição. Países da Escandinávia e do Oeste Europeu dominaram o topo do ranking, com Suécia (3º), Finlândia (4º), Alemanha (6º), Países Baixos (7º), Dinamarca (8º), e o Reino Unido (10º).

Os Estados Unidos continuam em declínio pelo terceiro ano consecutivo, caindo mais uma posição, para o 5º lugar. Na Zona do Euro, a liderança continua com a Alemanha, embora tenha perdido uma posição, para o 6º lugar. Enquanto os Países Baixos ganham uma posição (7º) no ranking, a França cai três, para 18º, e a Grécia continua sua tendência de queda, para o 90º lugar.

O Japão continua como o segundo país asiático melhor colocado no ranking, em 9º lugar, apesar de cair três posições com relação ao ano passado. Ainda na Ásia, Hong Kong (11º) também está entre as top 20 economias mais competitivas do mundo.

Na América Latina, o Chile (31º) mantém a liderança, enquanto diversos países veem sua competitividade melhorar, como Panamá (49º), Brasil (53ºo), México (58º) e Peru (67º).

BRICS e emergentes

Os resultados mostram que, enquanto a competitividade nas economias desenvolvidas se manteve estagnada pelos últimos sete anos, em muitos mercados emergentes ela melhorou. A China (26º) continua a liderar entre as grandes economias emergentes, ganhando um posto e solidificando sua posição entre as top 30. Entre as outras quatro economias dos BRICS, a África do Sul (50º) e o Brasil (53º) subiram, enquanto a Índia (56º) e a Rússia (66º) tiveram pequenas quedas.

“A maior parte dos países em desenvolvimento ainda observa um crescimento relativamente forte, apesar de alguns riscos de superaquecimento, enquanto a maioria das economias desenvolvidas continua a experimentar lenta recuperação, desemprego persistente e vulnerabilidade financeira, sem um horizonte claro de melhoria”, afirmou Klaus Schwab, fundador e presidente executivo do Fórum Econômico Mundial.

Critérios

O ranking do Relatório Global de Competitividade é baseado no Índice de Competitividade Global, desenvolvido para o Fórum Econômico Mundial por Sala-i-Martin e introduzido em 2004. O modelo engloba 12 categorias, os pilares da competitividade: instituições, infra-estrutura, ambiente macroeconômico, saúde e educação primária, educação superior e capacitação, eficiência no mercado de bens, eficiência no mercado de trabalho, desenvolvimento do mercado financeiro, prontidão tecnológica, tamanho de mercado, sofisticação de negócios e inovação.

O documento é elaborado com base em dados públicos disponíveis e por meio da Pesquisa de Opinião Executiva (Executive Opinion Survey), conduzida anualmente pelo Fórum Econômico Mundial e sua rede de parceiros institucionais. No Brasil, o Movimento Brasil Competitivo (MBC) e a Fundação Dom Cabral realizam conjuntamente a pesquisa. Para o relatório deste ano, mais de 14 mil líderes empresariais de todo o mundo foram entrevistados, em 142 países – um recorde.



Tags: Relatório Global de Competitividade, BRICS, Fórum Econômico Mundial, Movimento Brasil Competitivo, Fundação Dom Cabral.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência