Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 05/09/2011 | 16h12

Volkswagen de São José dos Pinhais (PR) para de novo

Desta vez, pátios cheios interrompem montagem por uma semana

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Silvana Mautone, Agência Estado

A produção de veículos na fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (PR), foi suspensa esta semana e deve ser retomada na próxima segunda-feira. A paralisação, contudo, não se deve a reivindicação de bônus ou salário. A montadora informa que está “fazendo uso de suas ferramentas de flexibilidade para realizar ajustes nos estoques”.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, no pátio da fábrica há cerca de 10 mil carros, o dobro do normal. O secretário-geral da entidade, Jamil D’Ávila, disse que os quatro dias não trabalhados nesta semana (quarta-feira é feriado nacional) serão compensados futuramente. “Os trabalhadores haviam solicitado à empresa para emendar a quinta e a sexta-feira. A Volkswagen resolveu aceitar o pedido e suspender a produção a semana toda”, afirmou.

Na semana passada, ao divulgar os dados de agosto, o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Sérgio Reze, afirmou que os estoques de veículos nas concessionárias, que em agosto representavam 40 dias de venda, já começam a preocupar. Em julho, segundo ele, os estoques na rede eram de 35 dias. Reze disse que é considerado normal para as concessionárias um estoque de 21 a 22 dias.



Tags: Volkswagen, VW, São José dos Pinhais, estoques, Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, Jamil D’Ávila.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência