Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 19/08/2011 | 18h35

Confiança da indústria cai

Pesquisa da CNI mostra recuo do otimismo no setor industrial

Agência Brasil

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Daniel Lima, Agência Brasil

Levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que os empresários do setor estão menos confiantes. Segundo pesquisa realizada pela entidade, o otimismo dos industriais atingiu 56,4 pontos em agosto, 1,5 ponto a menos do que em julho.

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado na sexta-feira, 19, pela CNI mostra que, na comparação com agosto de 2010, a confiança dos industriais teve queda bem maior, de 7,6 pontos. O Icei varia de 0 a 100 e valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes.

O otimismo em agosto também está 3,2 pontos abaixo da média histórica, de 59,6 pontos. A queda da confiança está presente em empresas de todos os portes e vem ocorrendo desde fevereiro de 2010. De acordo com a CNI, a crise econômica deverá reduzir ainda mais a confiança dos industriais no terceiro trimestre.

Se forem levadas em consideração as perspectivas para os próximos seis meses, a confiança na economia brasileira e na própria empresa caiu de 65,5 pontos, em julho, para 63,2 em agosto. Dos 26 setores industriais analisados, 19 registraram queda das expectativas sobre a economia brasileira para o próximo semestre. Mas os setores de madeira (49,4), veículos automotores (48,8) e máquinas e materiais elétricos (46,6) ficaram abaixo de 50 pontos.

O Icei foi apurado em 2.347 empresas entre os dias 1º e 16 de agosto.



Tags: CNI, Ice, confiança, indústria.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência