Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 08/08/2011 | 18h35

Rodobens cresce com terceirização de frotas

Empresa garante que economia dos clientes é de 20%.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Terceirizar a frota de veículos é um bom negócio? Para a Rodobens Leasing e Locação a resposta é sim, com economia de 20%. "Além disso, as empresas podem se concentrar em seus próprios negócios", garante o diretor geral, Renato Vaz, que oferece quatro mil veículos para essa atividade, incluindo gestão completa. Os pacotes podem incluir apenas aluguel ou leasing operacional ou incluir licenciamento, IPVA, seguro, manutenção, veículo reserva, gestão de multas.

O executivo afirma que a Rodobens é a única empresa no País a operar com o leasing operacional para caminhões pesados. A frota, formada por 60% de caminhões e utilitários e 40% de veículos leves, cresceu em 1,1 mil unidades nos últimos 12 meses. "Queremos dobrar o volume de negócios gerados em 2011", enfatiza Vaz. A TAM Linhas Aéreas, um dos clientes, renovou recentemente o contrato com a empresa, que passou de 65 para 117 unidades.

Dados da Abla – Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis indicam que o setor faturou R$ 5,11 bilhões no ano passado, com crescimento de 17% na comparação com 2009, atendendo pessoas físicas e empresas. O aumento da frota no período foi de 14%, chegando a 414 mil carros, com idade média de 15 meses. O segmento absorveu 9,4% nas vendas dos fabricantes de veículos em 2010.



Tags: Rodobens, leasing, locação de veículos, Abla, TAM.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência