Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 04/08/2011 | 11h37

General Motors tem lucro líquido de US$ 2,5 bilhões

Segundo trimestre revela alta de 92,3% ante igual período de 2010

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Álvaro Campos, Agência Estado

A montadora norte-americana General Motors anunciou lucro líquido de US$ 2,5 bilhões (ou US$ 1,54 por ação) no segundo trimestre, alta de 92,3% ante o lucro de US$ 1,3 bilhão (US$ 0,85 por ação) no mesmo período do ano passado. O resultado superou a previsão dos analistas, de lucro de cerca de US$ 1,20 por ação.

O lucro operacional, refletindo o fortalecimento de suas operações automotivas, avançou para US$ 2,5 bilhões, de US$ 1,9 bilhão no mesmo período do ano passado. A receita subiu 19%, para US$ 39,4 bilhões.

Pela primeira vez em muitos anos, a GM registrou lucro em todas as suas quatro regiões, incluindo a Europa, onde a montadora já perdeu US$ 13 bilhões desde 1999. O resultado da companhia também superou o da rival Ford, que lucrou US$ 2,4 bilhões no segundo trimestre.

A GM North America teve lucro líquido de US$ 2,2 bilhões, de US$ 1,6 bilhão no mesmo período do ano passado. Os resultados da unidade foram impulsionados por um aumento na produção de caminhões. Na América do Sul, a GM teve lucro de US$ 57 milhões, ante US$ 195 milhões um ano antes. A unidade de operações internacionais, que inclui China, Índia e Rússia, lucrou US$ 573 milhões, de US$ 504 milhões no segundo trimestre do ano passado. Na Europa, a GM teve lucro de US$ 102 milhões, ante prejuízo de US$ 160 milhões no segundo trimestre de 2010.

O diretor financeiro da GM, Daniel Ammann, disse que existe um “crescente nível de incerteza” sobre a economia dos EUA, mas que a companhia está bem posicionada para continuar rentável mesmo em um período prolongado de desaceleração. A GM afirmou que as vendas no ano devem ficar próximas do limite inferior da projeção de 13 milhões a 13,5 milhões de unidades.

Atualmente, o governo dos EUA possui uma participação de 26,5% na montadora, dos 61% que detinha quando forneceu um pacote de resgate para a GM durante a crise financeira mundial.

As informações são da Dow Jones.



Tags: General Motors, GM, GM North America, lucro líquido, segundo trimestre, Daniel Ammann.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência