Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 25/07/2011 | 22h15

Fiat Industrial apura lucro líquido semestral de € 353 milhões

Resultado da divisão é divulgado no Brasil

Pedro Kutney, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Pedro Kutney, AB

Em seus primeiros seis meses de existência, a Fiat Industrial obteve líquido de € 353 milhões. O balanço semestral foi divulgado nesta segunda-feira, 26, com os resultados conjuntos de Iveco, CNH e FPT Industrial, divisões que foram separadas do restante do Grupo Fiat em janeiro passado. Comparado com os ganhos somados das três empresas no mesmo período do ano passado, de € 96 milhões, a cifra apurada agora é 267,7% maior. O faturamento total cresceu 14,4%, de € 10,1 bilhões para € 11,6 bilhões.

O balanço foi divulgado a partir de teleconferência realizada pela primeira vez no Brasil, durante reunião da diretoria mundial da companhia (leia mais aqui). Com os resultados acima do esperado em todos os segmentos de atuação, a Fiat Industrial elevou suas projeções e agora sustenta expectativa de chegar ao fim de 2011 com faturamento de € 24 bilhões, lucro comercial (antes de despesas administrativas, financeiras e impostos) de € 1,5 bilhão, dívida líquida de € 1,6 bilhão e fluxo de caixa positivo de € 4 bilhões.

CNH

A maior parcela do resultado da Fiat Industrial veio da CNH, com faturamento de € 6,6 bilhões (expansão de 13% sobre o mesmo período do ano passado) e lucro comercial de € 594 milhões (+52,3%). A divisão de máquinas agrícolas e de construção, das marcas Case e New Holland, foi beneficiada pelo aumento das encomendas na maioria dos mercados mundiais e pelo portfólio de produtos mais adequado.

Iveco

A segunda maior contribuição para receitas e lucros da Fiat Industrial foi da fabricante de caminhões e ônibus Iveco, que faturou € 4,5 bilhões no semestre, em expansão de 20,2% sobre o mesmo período de 2010.

O crescimento mais notável foi o do lucro comercial apurado de € 206 milhões, cifra 288,7% superior ao ganho dos primeiros seis meses do ano passado. Segundo a empresa, condições comerciais favoráveis nas diversas regiões onde atua ajudaram a Iveco a reajustar preços e vender mais: foram comercializados 74.960 veículos no mundo, elevação de 22,4%.

FPT Industrial

Os motores diesel para veículos comerciais e aplicações industriais da FPT obedeceram à mesma lógica de crescimento. O faturamento semestral da divisão avançou 38,4%, para € 1,5 bilhão, e o lucro comercial de € 27 milhões representou expansão de notáveis 107,7% sobre o primeiro semestre de 2010.

O bom resultado é atribuído ao aumento das vendas para clientes externos ao Grupo Fiat, incluindo a Sevel (joint venture da Fiat com a PSA Peugeot Citroën para fabricação de vans e furgões na Europa) e a japonesa Mitsubishi Fuso, que compraram 42% dos 275,7 mil motores produzidos pela FPT Industrial no semestre. As outras duas empresas da Fiat Industrial levaram 58% da produção, sendo 34% a Iveco e 24% a CNH.



Tags: Fiat, Fiat Industrial, CNH, Case, New Holland, Iveco, FPT.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência