Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 22/07/2011 | 14h30

CNI: percepção de uso de capacidade está abaixo da usual

Setor automotivo é exceção

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

A Utilização da Capacidade Instalada (UCI) da indústria brasileira está abaixo do usual há sete meses, segundo pesquisa divulgada na sexta-feira, 22, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os 1.692 industriais consultados alegaram que no mês passado a produção de suas empresas estava abaixo do que é considerado normal para aquele período específico. As exceções ficaram apenas por conta dos setores farmacêutico e de fabricantes de veículos.

Pelo dado divulgado hoje pela CNI, o indicador apresenta resultados abaixo de 50 pontos (que significa declínio) desde dezembro do ano passado, quando estava em 48,2 pontos. Em junho, registrou 44,7 pontos. “Após sete meses de baixa, o sentimento está mais disseminado”, avaliou o economista da entidade, Renato da Fonseca.

De acordo com o analista, a percepção de aumento da ociosidade vem sendo verificada nas companhias de todos os portes e de todas as regiões consultadas, sendo identificada nos 24 dos 26 setores da indústria da transformação consultados pela CNI, além da indústria extrativa.

As exceções são o segmento farmacêutico (50,9 pontos) e de veículos (50,5 pontos). Fonseca salientou que o indicador é formado por meio de avaliações subjetivas de cada empresário de acordo com o setor de atividade. “Mas este é um indicador de antecedentes”, disse o economista.



Tags: CNI, indústria, atividade industrial.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência