Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Energia | 22/07/2011 | 13h30

Toyota avança em energia solar e economiza na conta de luz

Painel fotovoltaico na Inglaterra vai gerar 4,6 milhões de kWh por ano

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Depois de adotar a solução em uma de suas fábricas no Japão, a Toyota avança no uso de energia solar em sua linha de produção no Reino Unido, com a instalação de um dos maiores campos de captação da Europa. A empresa britânica de energia British Gas investiu 10 milhões de libras (cerca de R$ 25 milhões) apara instalar na unidade da fabricante japonesa em Burnaston um sistema composto por 17 mil painéis fotovoltaicos em área de 30,6 mil m², equivalente a quase cinco campos de futebol, capaz de gerar 4,6 milhões de kWh por ano, suficiente para a produção de quase 7 mil veículos/ano, evitando a emissão na atmosfera de 2 mil toneladas anuais de CO2.

A solução também é vantajosa, pois representa uma economia e tanto para a Toyota no Reiuno Unido, onde são produzidos dois modelos: o sedã Avensis e o hatch Auris (este também em versão híbrida). A fábrica não precisou investir na instalação dos painéis fotovoltaicos e não pagará nada pela eletricidade gerada pelo sistema, dentro do programa britânico de incentivo à adoção de fontes limpas de energia. Dessa forma, a Toyota vai economizar na sua conta de luz, pois comprará menos energia da rede local.

Estratégia global

A iniciativa na fábrica britânica, segundo a Toyota, é parte de sua estratégia global para tornar suas linhas de produção mais sustentáveis com o uso de energia limpa. A eletricidade de origem solar já é utilizada em uma unidade fabril desde 2008, quando foi instalado um conjunto de painéis de 15 mil m² na planta de Tsutsumi, no Japão. Atualmente o sistema gera 2,4 milhões de kWh por ano.

Na França, onde a Toyota produz o hatch compacto Yaris para o mercado europeu, a energia solar será usada para aquecimento na fábrica de Valenciennes. Uma “parede solar” será instalada no exterior da planta. Quando a luz do sol atinge a parede, seus painéis absorvem o calor, permitindo que o ar quente aqueça o interior da unidade francesa. A Toyota estima que o sistema representará economia anual de 25% no consumo de energia elétrica, com redução de 20 toneladas nas emissões anuais de CO2.

Sorocaba

A nova unidade que a Toyota está construindo no Brasil, em Sorocaba (SP), segundo a empresa será a primeira fábrica da América Latina a utilizar os conceitos de fábrica ecológica desenvolvidos no Japão, com grandes exigências de eficiência ambiental, com metas de redução de emissões de CO2 e compostos orgânicos voláteis (VOCs), reutilização da água pluvial, diminuição da geração resíduos e destinação adequada, além da implantação de um processo de logística de menor impacto ao meio ambiente.



Tags: Toyota, sustentabilidade, energia solar, CO2.

Comentários

  • Emanuelle

    Essa questão ambiental é muito interessante. Parabéns

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência