Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 18/07/2011 | 19h32

Vendas de veículos crescem 1,6% na 1º quinzena de julho

Previsão é emplacar 337 mil unidades

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Fenabrave, que reúne os distribuidores de veículos, anunciou que foram vendidos 153,5 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus na primeira metade de junho, com expansão de 1,6% sobre o mês passado e de 13,8% na comparação com o mesmo período de 2010. No acumulado do ano os emplacamentos já chegam a 1,88 milhão de unidades.

O ritmo de vendas caiu na primeira metade do mês para 13,9 mil unidades por dia, contra a média diária de 14,4 mil veículos no mês passado. As vendas, no entanto, podem acelerar na segunda quinzena, período tradicionalmente mais aquecido. A MB Associados projeta que sejam vendidas 337,6 mil unidades em julho.

Veículos leves
As vendas de modelos leves cresceram 1,4% na primeira metade de julho. Foram emplacados 110,4 mil automóveis, com avanço de 0,9% sobre o mês anterior. O semento de comerciais leves registrou crescimento maior, de 3,4% para 33,4 mil unidades.

Caminhões e ônibus
Com alta de 3,8%, foram emplacados 9,6 mil veículos comerciais no início de julho. Enquanto as vendas de caminhões tiveram expansão de 5,5%, com 8,3 mil veículos, os emplacamentos de ônibus desaceleraram 6%, para 1,3 mil unidades.

Motos
O segmento de duas rodas teve avanço tímido na primeira metade do mês, de 1,4% para 87,5 mil unidades. No reajuste anual, no entanto, houve crescimento de 16,2% nas vendas.



Tags: Fenabrave, venda, veículo, emplacamento, julho.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência