Automotive Business
  
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias

Motociclos | 18/07/2011 | 16h55

Novo presidente da Abraciclo mostrou que é ``o cara´´

Mais falante e dinâmico, ele pôs a equipe da associação para trabalhar

Mário Curcio, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Mário Curcio, AB

Assim como fazem outras associações ligadas à indústria, a Abraciclo (que reúne fábricas de motos e bicicletas) mostrou recentemente um balanço do primeiro semestre. Desta vez, porém, a apresentação veio recheada de novas planilhas, confrontos entre os dois primeiros trimestres do ano, a discrepância entre pessoas habilitadas e motocicletas em cada Estado e outros levantamentos interessantes. A mudança conseguiu até espantar o sono que normalmente toma conta de balanços desse tipo.

Quem deu essa chacoalhada na entidade foi seu novo presidente, Roberto Akiyama, que assumiu o cargo em maio de 2011. Pela primeira vez ele apareceu representando a associação durante uma entrevista coletiva. Além de ser bem mais falante que os antecessores, Akiyama também dedicaria mais tempo à análise dos dados produzidos antes das coletivas. “Antes passavam o material na véspera. Para ele tem de passar bem antes”, revelou uma fonte do setor.

O atual presidente é mais novo que seu antecessor. Tem 49 anos, ante 60 de Jaime Matsui. Formado em Economia e graduado em gestão empresarial, Akiyama fez carreira na Honda, empresa em que entrou como gerente-geral e atua agora como diretor comercial. Com seu português correto, Akiyama também fala com propriedade sobre o momento atual da indústria. Em relação ao crescimento das importações e da perda da competitividade, ele disse: “O grande problema é que os fabricantes (já instalados aqui) podem hesitar em fazer novos investimentos no mercado interno.”



Tags: Abraciclo, Roberto Akiyama, Jaime Matsui, Moacyr Paes.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência