Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 21/06/2011 | 09h51

Bosch de Curitiba continua parada

Produção rejeita PLR de R$ 6 mil e pede R$ 9 mil.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Após assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 21, os 3.650 trabalhadores do chão de fábrica (produção) da Bosch de Curitiba decidiram manter a greve, iniciada nesta sexta-feira. Eles recusaram a oferta da empresa de R$ 6 mil como Participação nos Lucros e Resultados (PLR) para 100% das metas, abaixo dos valores obtidos recentemente por metalúrgicos de outras empresas. Como exemplo, no mesmo dia em que se iniciou a greve da Bosch, a Case New Holland, também em Curitiba, aceitou pagar R$ 8 mil de PLR a seus trabalhadores.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, os trabalhadores pedem R$ 9 mil, com adiantamento de R$ 5 mil para este mês de junho. Vale ressaltar que os 950 colaboradores dos setores administrativos aceitaram a proposta da Bosch e voltaram ao trabalho. Se até o fim da tarde de hoje a empresa fizer uma nova proposta, haverá outra assembleia na manhã desta quarta-feira. Caso contrário, uma nova reunião entre os trabalhadores e o sindicato dos metalúrgicos só ocorrerá na segunda-feira.



Tags: Assembleia, Bosch, Curitiba, Case New Holland, PLR.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência