Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Serviços | 25/04/2011 | 15h38

Setor de blindagem sofre com irregularidades

Expansão do mercado faz número de serviços sem certificação crescer.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) aponta que o Brasil possui uma frota de cerca de 100 mil veículos com proteção balística. Segundo a entidade, há uma tendência de crescimento no setor. O levantamento mais recente indica que houve avanço de 9% no primeiro semestre do ano passado contra o mesmo período de 2009, com 3.432 carros blindados no período.

A Abrablin alerta que junto com a expansão do mercado, cresce também o número de empresas que oferecem o serviço sem certificação. A blindagem é fiscalizada pelo Exército Brasileiro, que emite o Certificado de Registro (CR) para regularizar qualquer empresa que comercialize ou faça transações comerciais com modelos blindados, incluindo locadoras de veículos.

Christian Conde, presidente da associação, avisa que não são apenas as pequenas empresas que trabalham sem a documentação correta. “Redes concessionárias têm usado o blindado a pronta entrega até como diferencial para concretizar negócios, mas muitas desconhecem que, sem as devidas documentações, estão cometendo grave irregularidade”, explica.

Além do CR, as empresas do setor precisam de autorização específica para cada veículo blindado, registro no Departamento de Trânsito e termo de responsabilidade que enumere os materiais utilizados no serviço.



Tags: blindagem, blindado, Abrablin, veículo, CR, certificação, Christian Conde.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência