Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Inovação

Ver mais notícias
Grupo BMW e Microsoft também desenvolverão nuvem industrial
Robô autônomo para o transporte de peças e partes na planta do Grupo BMW em Regensburg (Ratisbona, Alemanha)

Parcerias | 02/04/2019 | 19h34

Grupo BMW e Microsoft também desenvolverão nuvem industrial

Plataforma aberta visa acelerar o desenvolvimento de fábricas inteligentes

REDAÇÃO AB

O Grupo BMW e a Microsoft anunciaram na terça-feira, 2, uma parceria para colaborarem juntas no projeto de nuvem industrial OMP (plataforma de manufatura aberta, na sigla em inglês), que visa acelerar a inovação e o desenvolvimento de fábricas inteligentes. O anúncio foi feito durante a Hannover Messe, maior feira de tecnologia industrial do mundo e que está sendo realizada na Alemanha.

É a segunda aliança desse tipo anunciada em uma semana: a primeira veio do Grupo Volkswagen, que junto com a Amazon Web Services, vão conectar as 122 fábricas da companhia espalhadas pelo mundo para incrementar os sistemas e processos de produção. O ecossistema será desenvolvido também em parceria com a Siemens, que detalhou sua participação no projeto durante o primeiro dia do mesmo evento.

“Dominar a complexa tarefa de produzir produtos premium individualizados requer soluções inovadoras de software e de TI”, disse o membro do conselho de administração do Grupo BMW, Oliver Zipse, e responsável pela produção. “A interconexão de unidades [plantas] e sistemas de produção, bem como a integração segura de parceiros e fornecedores, são particularmente importantes. Temos confiado nos serviços em nuvem desde 2016 e estamos constantemente desenvolvendo novas abordagens. Com a Plataforma de Manufatura Aberta como a próxima etapa, queremos dispor nossas soluções para outras empresas e alavancar conjuntamente seu potencial, a fim de garantir nossa forte posição no mercado a longo prazo”, completou.

A plataforma será estruturada no sistema de nuvem Azure IIoT da Microsoft, que a BMW já utiliza. Sua arquitetura será baseada em padrões de código aberto, abordagem que pretende encorajar e permitir a participação de outras empresas, como fornecedores. A Microsoft informou em nota que o objetivo é ter um conjunto inicial de quatro a seis parceiros até o fim deste ano e o mínimo de 15 casos de uso inicial implantados em um ambiente de produção.

“A Microsoft está unindo forças com a BMW para transformar a eficiência da produção digital em toda a indústria”, disse o vice-presidente executivo em nuvem e inteligência artificial da Microsoft, Scott Guthrie. “Nosso compromisso com a construção de uma comunidade aberta criará novas oportunidades de colaboração em toda a cadeia de valor da manufatura”.



Tags: Grupo BMW, BMW, Microsoft, nuvem industrial, fábricas inteligentes, Hannover Messe.

Veja também

ABTV

AB Inteligência