Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Inovação

Ver mais notícias

Internacional | 28/02/2018 | 11h2

Autônomos podem rodar sem motorista de segurança na Califórnia

É o primeiro grande polo de desenvolvimento da tecnologia a liberar circulação sem uma pessoa para gerenciar o sistema



REDAÇÃO AB

Se estiver na Califórnia, não estranhe se topar com um carro autônomo circulando sem ninguém dentro dele. O governo do estado norte-americano anunciou na terça-feira, 27, que a partir de abril veículos literalmente sem motorista poderão ser testados e usados para fins comerciais em vias públicas, abrindo espaço para que o desenvolvimento da solução aconteça mais rápido a partir de agora.

Até então, as empresas só podiam rodar com autônomos nas ruas se os carros contassem com um motorista de segurança, um profissional que ficasse ali para gerenciar o sistema e assumir a condução caso a tecnologia falhasse. Assim, os testes da tecnologia sem nenhum ser humano para supervisionar o funcionamento do automóvel só aconteciam em pistas fechadas.

Os Estados Unidos avançam de forma consistente no desenho de uma legislação para os carros autônomos que acompanhe a evolução tecnológica. Desde 2012, 21 estados do País regulamentaram de alguma forma os testes e a circulação de automóveis sem motoristas. Ainda assim, a Califórnia deu o passo mais ousado: por enquanto, só lá estes modelos ganharão as ruas sem um humano atrás do volante.

Com a iniciativa, o estado norte-americano é o primeiro grande polo de desenvolvimento de carros autônomos a apostar alto na tecnologia e permitir que os carros circulem sem um motorista de segurança. Empresas como Waymo (divisão de carros autônomos do Google), Nvidia e Ford devem se beneficiar imediatamente da decisão.

MONITORAMENTO REMOTO E PROTEÇÃO CONTRA CIBERATAQUES


A lei californiana prevê duas permissões independentes: uma para que as empresas testem a tecnologia e outra para o seu uso comercial. Não será necessário ter um motorista de segurança nas viagens, mas a legislação exige que uma pessoa faça o monitoramento remoto do veículo. Assim, a nova regulamentação ainda não deve ser o passo final para a circulação de carros autônomos em larga escala, já que a operação terá custo elevado.

A legislação também impõe alguns desafios. Antes de colocar carros em circulação sem um condutor humano, as empresas precisarão provar às autoridades que os robôs são capazes de respeitar regras de trânsito. Para obter a autorização para operar comercialmente, as companhias terão ainda de garantir que os veículos são protegidos contra ataques cibernéticos. Outra exigência é de que a polícia tenha a possibilidade de se comunicar diretamente com a fabricante e consiga desativar o carro caso entenda que há alguma ameaça à segurança.



Tags: carro autônomo, Califórnia, lei, legislação, sem motorista.

Veja também

ABTV

AB Inteligência