Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Inovação

Ver mais notícias
Fornecedores automotivos invadem a CES 2019

Novos negócios | 08/01/2019 | 17h31

Fornecedores automotivos invadem a CES 2019

Ao lado das fabricantes de veículos, empresas como ZF, Bosch e Continental mostram tecnologia no evento

GIOVANNA RIATO, AB

Há alguns anos o setor automotivo se esparrama pelos pavilhões da CES, a Consumer Electronics Show, maior feira de tecnologia do mundo, realizada anualmente em Las Vegas, Estados Unidos. É difícil precisar quando este movimento começou a ganhar consistência, mas o fato é que virou tradição ver montadoras e as empresas preocupadas com a oferta de soluções de mobilidade tomarem conta de um espaço considerável da feira. É um sinal dos tempos: acabou a era do carro como um dispositivo mecânico, analógico. Assim como o smartphone e a televisão, o automóvel se transforma em um bem atualizável, que pertence ao mundo digital, com quilos de chips, processadores e transmissores embarcados que representam cada vez maior valor do produto.

Na edição de 2019 da CES, que abriu as portas para a imprensa no domingo, 6, e recebe o público até o dia 11, os fornecedores automotivos engrossam o coro de quem aposta nesta transformação e fizeram companhia às montadoras que participam do evento. Empresas como Bosch, ZF e Continental, que desenvolvem sistemas e tecnologia para a produção de veículos, não quiseram ficar para trás e aproveitaram o palco global de inovação para mostrar novidades.

Para acompanhar a toada do ecossistema de tecnologia presente na CES, o setor automotivo atualiza, inclusive, o próprio vocabulário para participar da feira. Ninguém ali é “montadora” ou “fornecedor”, mas todo mundo é provedor de soluções de mobilidade ou de tecnologia. Pouco é dito sobre detalhes de motor, câmbio e embreagem, mas muito se fala sobre recursos de internet das coisas, inteligência artificial, conectividade 5G e automação.

Além da feira de tecnologia, a CES inclui uma série de palestras e seminários: são mais de 250 atividades na programação. Com o reforço da indústria automotiva, a organização projeta que o evento receba mais de 180 mil visitantes ao longo da semana. Não parece tanto quando a mostra é comparada à audiência dos grandes salões automotivos que acontecem pelo mundo. A questão é que enquanto os eventos tradicionais enfrentam dificuldade para manter o público e as empresas participantes, a força do salão da tecnologia só cresce.

Conheça algumas novidades apresentadas na CES 2019:



- NISSAN I2V CRIA NOVA EXPERIÊNCIA DENTRO DO CARRO


A fabricante japonesa apresentou na feira o sistema Invisible-to-Visible (I2V ou Invisível para Visível), que terá ampla aplicação na condução autônoma, segundo a empresa. A solução mostra dentro do carro informações que seriam invisíveis sem a tecnologia. É possível saber, por exemplo, se há carros estacionados atrás de determinado prédio. Para garantir informações tão complexas, o dispositivo combina dados coletados por sensores, além de informações coletadas por outros veículos e objetos conectados e armazenadas em nuvem. Todos os dados são exibidos para o motorista de forma interativa.

Segundo a fabricante, o I2V tem potencial para melhorar a experiência dos ocupantes no carro. Em um dia de chuva, o sistema pode projetar o cenário de uma tarde ensolarada dentro do automóvel, aponta a companhia. Outra possibilidade é o automóvel apresentar informações turísticas durante uma visita a uma nova cidade, ou ajudar o condutor a decidir um lugar para jantar.



- ZF DESTACA SENSORES PARA VEÍCULOS AUTÔNOMOS


A alemã ZF apostou em mostrar na CES seus recursos mais recentes em sensores e câmeras – justamente os dispositivos essenciais para tornar viável sistemas como o apresentado pela Nissan. Segundo o fornecedor automotivo, as soluções permitem detectar com precisão o entorno do carro e, assim, garantir segurança para que os veículos rodem de forma autônoma.

Entre as novidades da ZF está o Sound.AI, tecnologia que promete conferir aos carros a capacidade de ouvir. Com isso, o sistema pode detectar a aproximação de uma sirene, por exemplo, e identificar de onde ela vem.

Com sensores tão avançados, os automóveis precisarão de uma boa capacidade de processamento. Por isso a ZF mostrou também o ProAI Robo Think, arquitetura que garante aos veículos um potencial bem maior para cruzar informações, segundo a empresa. A companhia mira em um mercado de clientes mais amplo para a solução. Além das montadoras, que já compram tecnologias da ZF, há potencial para atrair “novas empresas no segmento de serviços de mobilidade”, segundo destacou a organização em comunicado.



- BOSCH PREPARA SERVIÇOS COM CARROS AUTÔNOMOS


Assim como a concorrente ZF, a também alemã Bosch exibiu uma série de novidades relacionadas ao avanço dos carros autônomos. A empresa destacou no evento a parceria com a Daimler para testes de um serviços táxi com veículos equipados com a tecnologia. O projeto começará na cidade de San José, na Califórnia, EUA, e terá nível de automação entre 4 e 5, podendo rodar de forma completamente independente de um motorista.

A empresa também apresenta o sistema de carregamento de conveniência para carros elétricos, que combina informações de distância, nível da carga da bateria e custos para oferecer ao condutor a melhor opção de reabastecimento.



- HARLEY-DAVIDSON APOSTA EM ELETRIFICAÇÃO


As tradicionais motocicletas "vibratórias" da marca vão ganhar novo apelo nos próximos anos. A Harley-Davidson apresentou na CES detalhes da LiveWire, seu primeiro modelo com propulsão elétrica. A promessa da fabricante é de incorporar na novidade muitos recursos de conectividade, como mostrar a localização da moto e o status de uso e carga da bateria diretamente no celular do piloto. O lançamento faz parte do plano estratégico de renovação da companhia até 2027.



- HERE TECHNOLOGIES APRESENTA NAVEGAÇÃO POR ASSINATURA


A Here Technologies, empresa de soluções de localização e digitalização de mapas controlada por um grupo de montadoras, anunciou no evento o Navigation On Demand, serviço de mapas e navegação oferecido por assinatura. A companhia lançou ainda o OLP Marketplace, plataforma para a troca de dados de navegação captados pelos mais diversos sensores. Ao reunir tudo ali, diferentes desenvolvedores e companhias poderão usar as informações para criar serviços. O objetivo é acelerar a inovação guiada por dados, aponta a empresa.



- BMW DESTACA MOTO AUTÔNOMA


Enquanto a Harley-Davidson mostra motocicleta elétrica, a BMW leva para a CES o conceito R 1200 GS, modelo autônomo que acelera, pilota e para sozinho. A novidade foi apresentada pela primeira vez em setembro de 2018 e, segundo a marca, ajuda o motorista a aprimorar a condução, já que corrige os movimento, além, claro, de evitar acidentes.



- AUDI INVESTE EM CONTEÚDO A BORDO


A marca mostra na CES um sistema de entretenimento a bordo para os carros: um óculos de realidade virtual para jogos e filmes. A experiência imersiva acompanha os movimentos do automóvel e, portanto, se há uma curva à direita, o mesmo acontece com a espaçonave do game “Os Vingadores: Rocket’s Rescue Run". A brincadeira para os ocupantes do banco traseiro do automóvel foi criada em parceria com a Disney por uma startup cofundada pela Audi que trabalha em soluções de entretenimento a bordo, a Holoride.



Tags: CES, evento, tecnologia, mobilidade, fornecedores.

Veja também

AB Inteligência