Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Inovação

Ver mais notícias
VW apresenta versão final de plataforma MEB para carros elétricos
Plataforma MEB será a base para todos os veículos elétricos do Grupo Volkswagen

Tecnologia | 19/09/2018 | 17h5

VW apresenta versão final de plataforma MEB para carros elétricos

Com ela, fabricante lança ofensiva para vender 150 mil veículos a bateria em 2020

REDAÇÃO AB

O Grupo Volkswagen apresentou na quarta-feira, 19, em Dresden, Alemanha, a versão final da plataforma MEB desenvolvida exclusivamente para carros elétricos. Também foi apresentada uma infraestrutura de recarga doméstico para os modelos elétricos. Com isso, a fabricante lançou a campanha Electric for All (Elétricos para Todos) na qual pretende oferecer modelos elétricos com preços acessíveis e ao alcance do público a fim de abrir caminho para a chegada massiva deste tipo de motorização. Com isso, a VW projeta a venda de 150 mil carros elétricos até 2020, dos quais 100 mil do primeiro modelo, o ID, que será feito na Alemanha. Até o fim de 2022, o grupo pretende lançar 27 modelos baseados na MEB em todo o mundo.

“Vamos tornar os veículos elétricos populares e entusiasmar o máximo possível de pessoas pelos carros elétricos. A MEB é um dos projetos mais importantes da história da Volkswagen – um marco tecnológico, similar ao que foi a transição do Fusca para o Golf”, declarou o membro do conselho da marca para mobilidade elétrica, Thomas Ulbrich.

A MEB não é uma plataforma para veículos com motores a combustão que foi adaptada, ela foi projetada do zero para ser 100% elétrica. “Nossa plataforma modular transversal já demonstrou que a Volkswagen é uma das maiores desenvolvedoras de plataformas na indústria automotiva e agora estamos transferindo esse know-how e sua estratégia para a era da eletricidade”, disse Ulbrich.

O VW ID. será o primeiro veículo de série do mundo baseado na MEB e também o primeiro da família ID , terá início no fim de 2019 na planta de Zwickau, cidade no leste alemão, onde já é feito o e-Golf desde abril do ano passado. A VW está investindo € 1,2 bilhão para tonar a fábrica a primeira instalação exclusiva para a plataforma MEB.

“Estamos usando ao máximo as possibilidades que o carro elétrico pode oferecer e criando ao mesmo tempo uma enorme economia de escala. Cerca de 10 milhões de veículos em todo o grupo serão baseados nessa plataforma, apenas na primeira leva. A MEB é a espinha dorsal econômica e tecnológica para levar o carro elétrico para todos”, completou.

A maior parte das fábricas da Volkswagen na Alemanha está envolvida no desenvolvimento dos primeiros carros elétricos baseados na MEB, inclusive a divisão VW AG, dedicada a componentes (que se tornará uma empresa independente a partir de janeiro de 2019) e com fábricas em Braunschweig, Salzgitter e Kassel. No total, a VW AG está investindo nesses três locais € 1,3 bilhão de um orçamento total de € 6 bilhões previsto para a mobilidade elétrica.

Além de Zwickau, estão envolvidas com a MEB as fábricas de Wolfsburg, onde está sendo montado o modelo pré-série e que será colocado em testes, e a planta de Dresden, que também recebe investimento para se tornar o centro de competência do grupo na Europa para a mobilidade do futuro, além das já citadas que pertencem à divisão de componentes. Em Braunschweig serão feitos os sistema de baterias: a unidade, que é especializada na área com a produção de baterias para o e-Up!, e-Golf e o híbrido plug-in Passat GTE, está sendo ampliada para aumentar sua capacidade produtiva para 500 mil unidades de sistemas de baterias por ano.

Já em Salzgitter, especializada em célula de baterias, começa este ano a produção de rotores e estatores para a plataforma MEB, além de se dedicar ao desenvolvimento da produção de células e módulos de baterias. Enquanto isso, em Kassel, centro de competência para propulsão elétrica, produzirá os motores elétricos a partir do fim deste ano.

“O ID. será um marco no desenvolvimento tecnológico. Ele será o primeiro carro elétrico completamente conectado com utilidade total para o dia-a-dia que milhões de pessoas terão condições de adquirir”, explica o chefe da linha de produtos para a mobilidade elétrica, Christian Senger. “A MEB permitirá instalar baterias maiores, por exemplo. Isso aumenta significativamente não apenas a autonomia, mas também o espaço interno, graças à bateria plana no assoalho: estamos fazendo um avanço substancial em relação ao espaço”, enfatizou.



Tags: VW, Volkswagen, carros elétricos, plataforma, MEB, mobilidade.

Veja também

AB Inteligência