Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Inovação

Ver mais notícias
VW investirá US$ 4 bi em novos negócios digitais até 2025
A partir da esquerda: Michael Jost, diretor de estratégia, Jürgen Stackmann, membro do board, Philipp Reth, diretor da VW Urban Mobility International, e Christoph Hartung, chefe de serviços digitais

Tecnologia | 23/08/2018 | 18h50

VW investirá US$ 4 bi em novos negócios digitais até 2025

Plano inclui nova arquitetura eletrônica para elétricos e serviço de compartilhamento a partir de 2020

REDAÇÃO AB

A Volkswagen anunciou na quinta-feira, 23, que investirá o equivalente a US$ 4 bilhões (€ 3,5 bilhões) até 2025 em novos negócios digitais, o que inclui nova plataforma baseada em computação na nuvem para conectar veículos e clientes e pelo qual também oferecerá novos serviços, como o de compartilhamento de carros. Entre as novidades, também está um novo sistema operacional denominado vw.OS, que será introduzido nos carros elétricos da VW a partir de 2020.

O negócio para compartilhamento de carros será chamado We Share e começará a funcionar no segundo trimestre de 2019, primeiro em Berlim, na Alemanha, com uma frota de 2 mil carros elétricos a fim de competir com plataformas semelhantes, como o DriveNow da BMW e o Car2Go da Daimler. O plano visa ainda expandir o serviço para os principais mercados europeus, bem como em cidades selecionadas da América do Norte a partir de 2020.

A denominação We também será utilizada para caracterizar um pacote de aplicativos que os clientes da VW poderão acessar com um único login e que estará disponível tanto para carros convencionais quanto para os novos veículos elétricos da marca. Os serviços incluirão pagamento eletrônico de estacionamento, entrega de encomendas diretamente no carro, rastreamento do preço do combustível e ofertas dos varejistas locais. Segundo a empresa, o projeto tem como meta gerar € 1 bilhão em receita anual até 2025.

“Seremos uma empresa de dispositivos e software e para lidar com esse desenvolvimento precisamos reinventar o automóvel de algumas maneiras”, disse o chefe de estratégia da VW, Michael Jost, durante uma entrevista coletiva em Berlim.



A VW informa que seus novos veículos terão uma arquitetura eletrônica de TI completamente inovadora, muito mais simples e totalmente redesenhada para facilitar as funções de direção autônoma. Com estreia também prevista para 2020 na família de veículos elétricos ID, essa arquitetura permitirá simplificar a inteligência dos veículos concentrando-a em um número menor de estruturas e computadores com uma linguagem de programação unificada – diferente do que é hoje: um carro usa várias centrais de controle, até 70 em um único veículo, que rodam de forma diferente e independente, cada uma com um software específico e de diferentes fabricantes. Segundo a VW, no futuro, o software virá de uma única fonte baseada no sistema operacional automotivo vw.OS.

Dessa forma, as informações coletadas por um sensor de estacionamento, por exemplo, podem estar ligadas à direção, aos freios e aos mapas de alta definição, para permitir que um carro estacione quando uma câmera a bordo detectar um espaço de estacionamento gratuito.

“Temos uma visão clara: continuaremos a construir veículos muito superiores, mas daqui em diante, nossos Volkswagens serão cada vez mais dispositivos digitais sobre rodas”, disse o membro do conselho e responsável por vendas da VW, Jürgen Stackmann.



CONVERSA DIRETA COM O CLIENTE



A VW também realinhou seu modelo de vendas para manter o ecossistema o mais aberto e acessível possível. Pela primeira vez, os novos contratos com as concessionárias permitem que a Volkswagen se envolva diretamente com os clientes durante todo o ciclo de vida do veículo. Com isso, os clientes poderão receber ofertas personalizadas sem ter que ir a uma revenda ou oficina – o serviço vai até o cliente.

A espinha dorsal desse ecossistema será uma plataforma a ser utilizada em todo o Grupo VW. Baseada na nuvem, a One Digital Platform (ODP) vai conectar o carro, o cliente e os serviços. Ela garantirá a conexão com a nova arquitetura de TI, incluindo os serviços da Volkswagen ou de parceiros integrados no ecossistema da fabricante.

“A Volkswagen está liderando o desenvolvimento do OPD em colaboração com as marcas do grupo. E estamos buscando suporte externo adicional. Logo estaremos anunciando projetos de cooperação e parcerias”, disse o diretor de serviços de mobilidade, Christoph Hartung.





Tags: VW, Volkswagen, investimento, negócios digitais, We, plataformas digitais, vw.OS, compartilhamento, ecossistema, nuvem.

Veja também

ABTV

AB Inteligência