Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Inovação

Ver mais notícias

Tecnologia | 24/07/2018 | 16h32

Sistemas de assistência ao motorista ganham espaço na Europa

Segundo a Bosch, os mais difundidos são auxílio a estacionamento, frenagem automática e detecção de fadiga

Sistemas de assistência ao motorista ganham espaço na Europa

REDAÇÃO AB

Um estudo feito pela Bosch com base em estatísticas de venda de carros novos em 2016 na Alemanha e outros países europeus indica que muitos consumidores que compraram veículos estavam interessados em algum tipo de sistema de assistência ao motorista. Os dados mostram que 67% dos novos carros licenciados em 2016 na França contavam com algum tipo de auxílio para estacionar, de alertas sonoros até o sistema totalmente autônomo. Na Alemanha a presença era pouco menor, 62%.

“Há uma tendência clara. Logo será tão comum adquirir um carro com sistemas de assistência ao condutor quanto um rádio”, afirma Dirk Hoheisel, membro do conselho administrativo da Bosch. No segundo lugar em popularidade aparece o sistema de frenagem automática de emergência, que avisa o motorista ou, caso o mesmo não responda, executa de forma autônoma a frenagem de emergência.

Em terceiro lugar estava o detector de fadiga ou sonolência do motorista, presente em 37% dos carros licenciados em 2016. O maior índice de crescimento, porém, foi registrado com os sistemas de assistência em faixa, quase o dobro quando comparado a anos anteriores. Outro avanço interessante foi em relação ao piloto automático adaptativo (ACC), cuja presença saltou de 4% para 19% entre 2013 e 2016.

A pesquisa da Bosch revela que assistentes de estacionamento, de frenagem automática de emergência e de permanência na faixa também são os sistemas mais difundidos no Reino Unido, Países Baixos, Bélgica e França, respectivamente.

A pesquisa mostra também onde há espaço para ampliar a presença de sistemas. Na Rússia, somente 6% dos veículos licenciados em 2016 tinham alerta de permanência na faixa de rodagem e na Itália, 18%. Como comparação, o item estava em 32% dos carros alemães.

Em complemento à pesquisa, a Bosch informa que 72% das colisões traseiras seriam evitadas se todos os automóveis fossem equipados com o dispositivo de frenagem de emergência. E o sistema de permanência na faixa de rolagem poderia evitar quase 30% dos acidentes causados por motoristas que mudam de pista acidentalmente.

Veja abaixo alguns gráficos resultantes do estudo






Tags: Bosch, Dirk Hoheisel, piloto automático adaptativo, ACC, frenagem de emergência.

Veja também

ABTV

AB Inteligência