ANÁLISE

QUALIDADE

Aposta no futuro da indústria automotiva brasileira


Brasil precisa de estrutura para o desenvolvimento de novas tecnologias


Acabamos de inaugurar nosso primeiro laboratório de testes, o Laboratório Químico IQA, no Polo Tecnológico de Sorocaba (PTS), no interior de São Paulo, e com isso realizamos um sonho antigo. Este é o primeiro de uma série de passos que pretendemos dar para auxiliar o desenvolvimento de novas tecnologias e inovações na indústria automotiva brasileira.

A escolha do PTS não foi por acaso. O Polo, assim como a toda a região de Sorocaba, está em total sintonia com a indústria automotiva e também as universidades, e isso é um ponto fundamental para nós, do IQA, pois queremos que nosso laboratório sirva muito mais à sociedade do que simplesmente para realizar testes e avaliações de conformidade e homologação de produtos para o mercado.

Queremos ajudar a indústria resolver problemas, contribuir para o desenvolvimento tecnológico do País, que precisa disso para crescer e manter-se competitivo frente à concorrência internacional. É muito ruim os centros de pesquisa e desenvolvimento de produtos estarem fora do Brasil, apesar de haver alguns aqui.

Precisamos ampliar isso, precisamos formar mão de obra especializada e desenvolver tecnologia aqui, pois isso é uma riqueza muito maior do que exportar commodities. Já não podemos mais ser conhecidos e reconhecidos como celeiro do mundo, e alimentar o planeta, temos de evoluir, investir na indústria e no desenvolvimento tecnológico.

Com o novo laboratório, queremos aproximar a universidade da indústria no desenvolvimento de tecnologias que saiam do campo teórico e ganhem o mercado, tal como ocorre nos Estados Unidos, Europa, Japão, Coreia do Sul. Temos mentes muito brilhantes nos centros acadêmicos que podem e devem servir mais amplamente a sociedade.

Queremos também expandir o relacionamento com o governo, que precisa suportar melhor os elos mais abaixo da cadeia produtiva com incentivos ao desenvolvimento de tecnologia e inovação. Até o momento, grande parte dos esforços tem sido voltados para empresas que estão no topo e o governo precisa descer um pouco nas lideranças.

O risco da pequena e média indústria brasileira virar sucata é grande e isso somente se reverte com aumento de competitividade. Precisamos urgentemente de um plano de governo para a indústria ser mais produtiva, com mais tecnologia, equipamentos mais modernos e mão de obra capacitada e especializada.

É em meio de toda essa necessidade que nos colocamos à disposição da sociedade. Hoje nosso laboratório já pode desenvolver alguns estudos, ensaios ou testes de produtos químicos para o setor automotivo e, em breve, teremos também o laboratório metal-mecânico. Não tenho dúvidas que com planejamento e responsabilidade podemos chegar longe e é nisso que apostamos.

Comentários: 0
 

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: