Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Opinião | Adriana Camargo |

Ver todas as opiniões
Adriana Camargo

26/10/2018

Diversidade como alavanca de disrupção

Pluralidade de pensamentos e ideias podem provocar amplitude de boas soluções

Empresas tradicionais, bem como startups, estão em busca de grandes ideias que possam revolucionar seus produtos e serviços através de soluções cada vez mais inovadoras, aumentando e potencializando as boas reflexões que culminarão em melhores soluções.

Busca-se, cada vez mais, diversificar o perfil dos colaboradores e principalmente das lideranças, pois somente a pluralidade de pensamentos e ideias podem provocar uma amplitude de boas soluções. Sabemos também que empresas com uma maior diversidade na liderança e processos realmente inclusivos têm maior produtividade, mais senso de pertencimento e melhor clima organizacional.

Portanto, se sua empresa busca aumentar sua criatividade e inovação é necessário ter uma liderança mais diversificada, o que ainda não é uma realidade para a maioria das empresas tradicionais. Assim sendo, aí vão algumas dicas:

1º Acredite que a variedade de ideias vai promover a solução mais criativa e inovadora;

2º Quanto mais recortes da sociedade as empresas tiverem em sua alta liderança, mais amplas e assertivas serão as discussões;

3º A aceitação e compreensão do diferente, frente a padrões pré-estabelecidos por questões culturais, educacionais e exemplos, é um processo individual que demanda tempo para assimilação. Portanto, ter diversidade e inclusão como estratégia significa estabelecer uma jornada de transformação cultural e individual nos colaboradores.

FAÇA UMA AVALIAÇÃO EM SUA ORGANIZAÇÃO:

- A sua alta liderança tem um perfil variado? Por “variado” leva-se em consideração: gênero, raça, segmento, educação, idade etc.

Traga o assunto para discussão! Inclua sua empresa nessa nova onda. Esse é um caminho sem volta para quem quer estar no futuro.

Adriana Camargo, diretora executiva da LEW Company, consultoria especializada em diversidade nos recortes gênero e raça. Possui 20 anos de experiência na área automotiva no segmento de autopeças, como diretora de vendas e desenvolvimento de novos negócios.

Comentários

  • MAGNOLIARANDO HAHN

    Gostomuito dessa ideia... E certamente vc pode influenciar empresas. Minha filha visitou recentemente a Avon e ficou encantada com as diretrizes em favor da mulher q encontrou lá. Resultado uma empresa assim ,vira sonho de consumo para profissionais inteligentes.. Penso que o mais eficaz seria aplicar esse projeto em startups ou medias empresas , pois as grandes, preocupadas somente com lucro e resultados financeiros não estão dispostas ainda a mudar sua filosofia. Ainda vejo muitos CEOS teimosos em aceitar esses ventos novos. Continue nesse caminho e insista muito que vc fara a diferença.

  • PauloMarino Marchina

    Realmenteas empresas necessitam entender que a liderança além de estar desenvolvida tecnicamente tem que ter o lado comportamental inserido no dia a dia da empresa buscando a total sinergia das equipes., O mundo muda diariamente buscando novas tecnologias e o conhecimento de todos necessitam liderança focada com os objetivos dos shareholdes. Se vê claramente que muitas empresas buscam novos desenvolvimentos e inclusive se associando a startups com o intuito de inovar não só produtos como processos. É a regra atual, inovar constantemente buscando não só tecnologia como redução de custos.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência