ANÁLISE

AUTOINFORME

Consumidor se rende ao utilitário esportivo


Carro é desejo de compra no Brasil e na Europa


O utilitário esportivo é o segmento que mais cresceu nos últimos anos no Brasil (e começa a crescer na Europa, como você vai ver mais adiante) e onde surgiram as maiores novidades desde que o EcoSport mostrou ao consumidor a possibilidade de ter um carro diferente dos tradicionais hatch e sedã, com posição de dirigir alta, onde o motorista se sente mais dono da situação e tem a sensação de impor respeito no trânsito. Estes modelos têm desenho agressivo e características de valentia, sendo, de certa forma, mais útil para enfrentar estradas de terra, locais alagados e superar com mais facilidade a buraqueira e as lombadas das ruas das cidades brasileiras.

O segundo utilitário esportivo pequeno demorou a chegar. O EcoSport tomou conta do mercado por muitos anos, até o lançamento do Duster. Depois vieram muitos outros e em 2016 o HRV e o Renegade já despontam na lista dos mais vendidos.

Hoje, a maioria da marcas têm a sua opção no segmento. Mesmo fabricantes tradicionais, que atuaram por muito tempo exclusivamente no segmento de sedãs, se renderam à nova moda e também estão lançando seus utilitários esportivos. O Salão do Automóvel deste ano foi retrato dessa tendência: montadoras e importadoras apresentaram as suas novidades no segmento.

A Honda lançou o WR-V, um médio; a Jeep veio com o Compass, um pouquinho maior que o Renegade; a Hyundai entrou na briga com o Creta, feito em Piracicaba, a Renault com Captur e a Kia com o Niro. Tem também os novos Tucson, Tracker, Discovery, Peugeot 3008, Chery Tiggo e Suzuki Vitara. Até a Maserati se rendeu ao utilitário esportivo. O Salão mostrou nada menos do que 13 novidades de todos, os tamanhos e preços.

Honda WR-V
Mesmo com o utilitário mais vendido do Brasil, o HR-V, a Honda quer ampliar sua participação no segmento.

Jeep Compass

Depois do sucesso do Renegade, a montadora amplia sua oferta e agora possui uma família completa no segmento.

Hyundai Creta

Mais um modelo que será fabricado em Piracicaba. Hyundai New Tucson - Terceira geração do veículo que passará a ser importado em breve.

Renault Captur

Modelo com linhas mais elegantes que o Duster e que surge para disputar com o HR-V.

Kia Niro Primeiro utilitário esportivo 100% híbrido produzido pela empresa coreana.

Chevrolet Tracker 2017

Reestilizado e com um pacote técnico semelhante ao do novo Cruze, o modelo começa ser vendido ainda esse ano.

Land Rover Discovery
A quinta geração do carro rompeu com o visual dos modelos anteriores.

Peugeot 3008 - segunda geração do primeiro utilitário da marca francesa.

Suzuki Vitara
Mais urbano, o modelo foi lançado em setembro com direito a motor turbo com injeção direta de combustível.

Chery Tiggo 2
De porte compacto, a versão será produzida no Brasil em 2017, em Jacareí.

Maserati Levante
Primeiro utilitário da marca de luxo italiana.

Jaguar F-Pace
A marca de luxo inglesa já vende o carro no Brasil, mas o Salão é o cartão de visita para mostrar a que veio a poderosa montadora.

Sucesso na Europa

O utilitário esportivo está também atraindo o interesse do consumidor europeu. Pesquisa feita por uma montadora mostrou que a preferência por utilitário esportivo é bem diversa no continente, atingindo jovens solteiros, mães com filhos pequenos, e homens acima dos 50. Segundo o levantamento, um em cada cinco homens acima de 50 anos de idade querem ter um utilitário esportivo como seu próximo carro.

O segmento está passando rapidamente de um pequeno nicho de mercado para se tornar uma tendência das mais significativas na Europa. Avesso a carros grandes e gastões, que são a preferência dos estadunidenses, o consumidor europeu considera que os utilitários esportivos evoluíram muito nos últimos anos em relação a redução de consumo de combustível, tornaram-se mais eficientes e portanto mais respeitosos com relação ao meio ambiente. Essa seria a razão, para 82% dos entrevistados, da crescente preferência do consumidor do continente pelos utilitários esportivos.

__________________________________________________
Este artigo foi publicado originalmente na Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br

Comentários: 0
 

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: