ANÁLISE

AUTOINFORME

Bicicleta é meio de transporte da população de baixa renda


Pesquisa derruba ideia de que quem usa a magrela é a classe média para passear


Uma pesquisa feita pela ONG Transporte Ativo, em parceria com outras entidades e divulgada pelo Nexo Jornal, traz um retrato sobre o usuário de bicicleta no Brasil e derruba a idéia difundida por muita gente de que quem usa a biki é a classe média e para passear.

O levantamento mostra que, ao contrário, o maior usuário desse tipo de transporte é o pobre (a maioria dos ciclistas tem renda de até três salários mínimos) e o uso é como meio de transporte diário, para ir ao trabalho.

Em algumas cidades, como Aracaju e Recife, mais de 70% dos ciclistas têm rendimento mensal de até dois salários mínimos. E na média nacional, o ciclista brasileiro faz trajetos que duram de 10 a 30 minutos e nesse tempo andam entre três e oito quilômetros. Outra constatação é de que mais da metade dos ciclistas usa a bicicleta entre cinco e sete dias por semana, quer dizer, um uso constante, regular.

O levantamento foi feito com cinco mil ciclistas em dez cidades brasileiras: Aracaju, Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Niterói, Salvador e São Paulo. Falta ainda uma pesquisa mais abrangente, que inclua cidades pequenas, onde a bicicleta tem presença ainda mais importante na mobilidade. Alguns municípios têm uma dependência quase total da bicicleta.

Brasília é a cidade pesquisada que mais faz uso combinado bicicleta/outros meios de transporte, o que incentiva ainda mais o uso da bike. O Rio de Janeiro é a prova de que infra estrutura incentiva o uso da bicicleta. Com 400 km de ciclovia, os ciclistas cariocas são os que usam a bicicleta com mais freqüência: 81% usam a magrela pelo menos cinco dias por semana em trajetos de até 30 minutos.

São Paulo tem um número menor de usuários, mas eles trafegam longas distâncias: 1/3 dos ciclistas pedalam de 30 minutos a uma hora por dia. A pesquisa revelou também que está crescendo muito o número de usuários de bicicleta em todo o Brasil, mais acentuadamente nos grandes centros urbanos.

Este artigo foi publicado originalmente na Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br

Comentários: 1
 

Leandro
11/04/2016 | 11h16
Nossos pulmões agradecem.

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: