ANÁLISE

AUTOINFORME

China e EUA compram quatro de cada dez carros feitos no mundo


Em mercado super concentrado, só 14 países vendem mais de 1 milhão/ano


A venda de veículos no mundo é extremamente concentrada: quase a metade dos cerca de 90 milhões de carros vendidos no ano passado ficaram em apenas dois países, Estados Unidos e China, e 84% nos 29 maiores mercados, sobrando apenas 15 milhões para o “resto” do mundo, ou seja, para os outros 166 países, conforme dados divulgados pela Jato Dynamics.

Com 22,3 milhões de carros e cerca de quatro milhões de veículos comerciais em 2015, a China se consolida como o maior mercado do mundo, bem à frente do segundo colocado, os Estados Unidos, com 17,4 milhões. Juntos, chineses e estadunidense compraram 44 milhões das 90 milhões de unidades vendidas no ano passado.

Terceiro maior mercado do mundo, o Japão vendeu quase cinco milhões de unidades no ano passado (4.975.791) e em seguida aparecem um grupo de cinco países com um mercado entre 2,29 mil e 3,44 milhões e que se revezam entre o quarto e o oitavo lugar no ranking.

O Brasil era líder desse grupo em 2014, com 3.328.981 unidades, mas perdeu três posições no ano passado, caindo para o sétimo lugar com apenas 2.476.981 unidades. A Alemanha ficou em quarto lugar (3.439.767) e a Índia em quinto (3.005.330), ambas com mais de três milhões. Fechando o grupo aparece a França, oitava colocada em 2015 com 2.476.981 carros vendidos.

Além desses, existem apenas mais sete países com consumo acima de um milhão de carros: Canadá (1.901.025), Coréia do Sul (1.799.813), Itália (1.707.067), Rússia (1.602.771), México 1.349.708, Espanha (1.184.947) e Austrália (1.122.515).

Esses 15 países consomem 69,7 milhões de carros e os 30 maiores consumidores somam 77,1 milhões, sobrando portanto menos de 15 milhões para o resto do mundo. Lembrando que o mundo tem 193 países, segundo a ONU, além do Vaticano e dos Territórios Palestinos, que são considerados soberanos.

Para dar uma ideia da disparidade do consumo entre países, qa Coreia do Sul, décimo maior consumidor de carros do mundo, comprou no ano passado o mesmo volume (1,8 milhão) que a China consome em apenas vinte dias.

A Grécia, que é o 28º colocado no ranking mundial, consome por ano metade do que a China consome num único dia. Hungria, Romênia e Hong Kong também consomem num ano inteiro o que a China vende em um dia. Países como Síria, Bósnia, El Salvador, Honduras, Nicarágua e Gana venderam em todo o ano passado o equivalente a uma hora de produção na China.

Este artigo foi publicado originalmente na Agência Autoinforme
joelleite@autoinforme.com.br

Comentários: 0
 

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: