ANÁLISE

RH E VIDA CORPORATIVA

Como vai sua conta de gentilezas?


Networking é um dos grandes tesouros que o profissional deve ter


Ele é construído a cada minuto, nos relacionamentos cotidianos, sem percebermos. Todos os dias temos a oportunidade de mostrar quem somos, a que viemos, nossas virtudes, valores e defeitos também. Como numa conta bancária, fazemos depósitos e retiradas de acordo com nosso comportamento em frente aos demais.

Seres humanos têm muito desenvolvido o hábito de reclamar, achar que o outro é o problema de tudo. Elogios são mais raros, seja porque nosso ego não gosta de admitir que o próximo fez algo melhor, seja porque achamos, erroneamente na minha opinião, que elogiar não é necessário, estamos ali para acertar. Não cultivamos o autoconhecimento. Raros são os profissionais que se dedicam a entender melhor os próprios mecanismos.

Pior que a crítica presente, onde expressamos ao companheiro nosso desagrado, é a ausente, onde nos queixamos de alguém a um terceiro. Não que isso não faça parte do cotidiano, é comum sim. O problema é quando saímos do terreno da suposição para a certeza, sem levar em conta o contexto no qual a pessoa de quem falamos está inserida. Será que conhecemos os fatos e as motivações que levaram alguém a fazer o que fez? Ou usamos nossos filtros para tecer julgamento sem aprofundar a análise? Não prego o mundo perfeito, sem estresse nos relacionamentos. Eles existem e são benéficos para o desenvolvimento do ambiente profissional. Não nascemos aparelhados para filtrar as emoções todo o tempo e elas temperam discussões. O lado bom disso é que acaba agilizando a solução do problema.

Abaixo, coisas que aprendi nesses anos de vida profissional e que podem ajudar no adensamento da lista de network

- Mostre-se disponível para ajudar. Em vez de reclamar que está se envolvendo em problemas alheios, perceba o quanto pode aprender numa nova situação. É uma troca.

- Quando estiver ocupado demais ou de mau humor, avise.

- Sua agenda é sua responsabilidade. Diga não sem medo, mas explique o porquê da negativa.

- Seja curioso, busque entender o funcionamento da empresa. Em todos os setores. Quem fornece o que para quem, quais os maiores desafios de cada área, quais os papéis de cada um. Não tenha medo de perguntar, de demonstrar desconhecimento. Quase todas as pessoas sentem prazer em explicar o que fazem, quais seus problemas, o que fariam para resolvê-los.

- Aceite movimentos para outras áreas. Além de aumentar seu conhecimento, darão chance de usar seu poder criativo em outras direções. Suas chances de acerto aumentam.

- Sempre se coloque no lugar do outro, entendendo o contexto. Não deixe de trazer seu ângulo para a mesa, mas tenha mais cuidado com suas críticas.
- Lembre-se das palavras mágicas: por favor e muito obrigado.

- Sorria o máximo que conseguir. Bom humor é contagiante e abre portas.

- Demonstre o que é pelo exemplo não pelas palavras.

- Os estagiários de hoje são os que assinarão sua aposentadoria ou demissão.

Em tempos de necessidade, é bom saber que nossa conta bancária está repleta de coisas boas e que quando precisarmos fazer uma retirada, nossos contatos estarão lá para nos ajudar.

Comentários: 8
 

Rogério Jacob
14/10/2015 | 11h55
Prezado Ivan, muito bom o seu texto. Simples, objetivo e muito condizente com o ambiente corporativo. Parabéns. Rogério Jacob

Cherlei Estela Benkendorf
16/10/2015 | 08h17
Como sempre muito eloquente e objetivo.

Antonio Carlos
17/10/2015 | 12h29
Muito bom o artigo, vou compartilhar com os meus amigos. Att. Antonio Carlos

Laercio Marques
20/10/2015 | 10h43
Sábias palavras caro Ivan. Muito boa esta reflexão sobre o comportamento no ambiente profissional. Sucesso!

Janete S.Barbosa
20/10/2015 | 13h26
Caro Ivan, Que presente "quanta realidade e quantas verdades em poucas palavras".

Edmundo Silva
22/10/2015 | 15h22
Caro Ivan, Muito bom seu Artigo!

Comente este artigo

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*: