Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Opinião | Joel Leite |

Ver todas as opiniões
Joel Leite

22/04/2015

Apesar da crise, Brasil tem 7 novas fábricas

Mercado menor não impactou os investimentos em curso

Mercado em queda, País em crise, mas ao comemorar um ano da fábrica em Resende (RJ), a Nissan confirmou o investimento de 2,5 bilhões de reais no Brasil. Na inauguração da unidade, em abril de 2014, Carlos Ghosn, presidente mundial da Nissan, teve de responder diversas vezes a jornalistas da grande imprensa que questionavam um aporte tão grande num momento tão ruim do mercado.

Na ocasião o executivo pacientemente repetia: “não estamos investindo para ganhar dinheiro no ano que vem. Se a economia do Brasil não está bem agora, o País tem um imenso potencial. É nisso que estamos investindo: no médio e no longo prazo.”

Um ano depois e mesmo com a situação econômica ruim (até pior), a Nissan aumentou o volume de carros vendidos em março de 2015 (5.189) em comparação com o mesmo período de 2014 (3.809) e subiu no ranking das marcas da 11ª posição para a nona colocação.

Para confirmar o acerto de acreditar no futuro, três empresas acabaram de iniciar produção local, há menos de um ano: a Chery em Jacareí (SP), a BMW em Araquari (SC) e a Jeep em Pernambuco. Mais quatro companhias estão construindo fábricas no País.

A Honda já concluiu as obras civis em Itirapina (SP), onde vai fabricar o Fit e o HRV. A Mercedes-Benz vai se instalar em Iracemápolis, interior de São Paulo, com a produção do Classe C e o jipe GLA. A Land Rover vai produzir o Discovery Sport em Itatiaia (RJ) e a Audi o A3 sedã e o utilitário esportivo Q3 em São José dos Pinhais (PR). Para completar, a JAC confirmou que mantém plano de construir fábrica na Bahia. O projeto, no entanto, ainda aguarda financiamento.

Comentários

  • Silvio Pereira da Silva

    Bom dia Mesmo com a forte crise no mercado automobilístico, derrubando vendas e demitindo funcionários de todos os setores, as montadoras sitadas no artigo mostram confiança em sua estratégia de negócios, montando um planejamento com uma meta futura, com o objetivo de retomada do mercado, cada uma com o seu produto. Com certeza abre novos horizontes e oportunidades de trabalho, as pessoas trabalham e giram a economia , vou me candidatar a uma vaga porque depois de 21 anos em uma multinacional no ramo automobilístico fui dispensado e tenho que recomeçar. Obrigado pela oportunidade, um abraço.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência